cover
Tocando Agora:

Jornalista Marcos Ivan lança o livro Confesso ter vivido

Fonte: o autor

Jornalista Marcos Ivan lança o livro Confesso ter vivido
Capa do Livro Confesso ter vivido

Em sua segunda obra literária, Marcos Ivan traça um passeio por muitos momentos vividos em São Paulo, por ocasião da existência profissional naquela incrível fábrica de emoções.

 

Juntando textos, conta o ziguezagueado paulistano, alguma reflexão sobre o tanto individualizado de sua presença pelas artérias da metrópole.

 

Inclui ainda coisas chegadas à mente criativa de um humilde viajante, escrevedor de ficções.

 

De livre arbítrio construiu alguns possíveis neologismos.

 

“Confesso ter vivido é proposta de leitura e questionamento, para quem vier depois de mim não se perder em monólogos, em momentos de tecnologia desenfreada. Também é um exercício de redação por meio do qual não utilizo, além deste momento, a partícula “que” na estrutura textual”, explica o autor.

 

Confessar, segundo Marcos Ivan, é algo mais sério ou sincero, antes de ser mera narrativa, possível de vir a ser clara, densa ou superficial.

 

Confissão impõe sinceridade, sensibilidade, percepção, exercício pleno da honestidade em não narrar, mas relatar fatos de sua existência em São Paulo, a capital de todos os sonhadores por dias melhores.

 

“Um dia, com mínima bagagem, um pouco de recursos nos bolsos e a mente repleta de ideias, dei as mãos para os meus sonhos e mergulhamos, corpo e alma, na magnífica metrópole de cimento e ferro e vidros e gente, muita gente. Momentos desse tempo todo lhes confesso a partir de agora, em explícita homenagem a SP, Sumpaulo, Sampa, Capital e coisital”, explica.

 

No contexto da obra, adiciona alguns insights para reflexão coletiva.

 

Sobre o autor:

 

Marcos Ivan de Carvalho, 75, é natural de Campos do Jordão, SP, de onde saiu ainda criança para, junto com a família, morar em Pindamonhangaba, sua terra adotiva.

 

É bacharel em Comunicação Social pela UNITAU – Universidade de Taubaté, jornalista profissional, independente, filiado à ABRAJET – Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo; Publicitário; Gestor de Turismo pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro/MEC/MTur; radialista; escritor.

 

Já na juventude escrevia para alguns veículos da época, criou um jornal estudantil, trabalhou na Rádio Difusora de Pindamonhangaba, como espécie de complemento para seus ganhos mensais, haja vista ser empregado de um estabelecimento comercial.

 

Na rádio ganhou experiência, “correu trecho profissional” como metalúrgico na área de treinamento e segurança do trabalho; repórter de rádio e televisão regional; redator de programas para rádio; locutor/anunciador.

 

Foi produtor de programa dominical na Rádio Globo SP e na Rádio Capital 1040AM-SP, além de prestar serviços no setor de comunicação de importante clube social paulistano.

Atualmente mantém um portal de notícias e uma revista digital, na rede mundial de computadores, e apresenta ao público apreciador da leitura seu segundo trabalho como escritor.

 

(O primeiro, esgotado, foi um livro de bolso dentro do segmento de autoajuda, publicado pela Editora Ave Maria, de SP).

 

Comentários (0)